BUENOS AIRES: A FEIRA DE SAN TELMO E A ESTÁTUA DE MAFALDA

Como era um domingo, já estava programada para me aventurar pela feira de San Pedro Telmo, uma feira de antiguidades super tradicional e famosa em Buenos Aires, que acontece desde 1979, todos os domingos, das 10 h às 17 h.

Eu confesso que achei que não conseguiria passar o dia todo perambulando na Feira, mas, acreditem, quando eu percebi, já eram quase 17h:30min da tarde e eu ainda estava lá, hahahaha.

A primeira Feira de San Telmo foi organizada pelo arquiteto José Maria Peña, e tinham apenas 30 (trinta) vendedores. Hoje, é impossível contabilizar a quantidade de barracas e vendedores nos espaços. No local, comercializa-se de tudo: na parte original da Feira, que fica na altura da Plaza Dorrego (e por onde eu acho que você deve começar), podemos ver várias lojas de antiguidades com inúmeros objetos do mundo inteiro sendo vendidos e expostos. Se você ama artefatos antigos, vai ficar maravilhado ao entrar nos estabelecimentos.

Mais à frente, você também encontrará inúmeras barraquinhas concentrada na Plaza Dorrego, com todo tipo de coisa: moedas, relógios, talheres antigos, roupas, cintos, peças de decoração em geral, pessoas cantando ou tocando algum instrumento... Uma Loucura!!

No caminho, também encontrará muitas lojas que vendem doce de leite, alfajor, bebidas alcoólicas base de doce de leite e outros doces argentinos em geral. E sabe a melhor parte? Com degustação livre dos produtos!!! Eu não sei vocês, mas eu ADORO a oportunidade de comprar um produto e antes degusta-lo para ter certeza que estou adquirindo algo que realmente gostei. Comprei muita coisa boa saborosa nesse dia para comer durante a viagem e também para presentear os amiguinhos, né?

Aproveitei para almoçar em um dos restaurantes de San Telmo, cujo estabelecimento me agradou bastante em termos de estrutura, atendimento e boa comida. Na região, apesar de muito frequentada por turistas, existem opções que agradam todo tipo de viajante e orçamento.

Caminhando um pouco mais pela feira, você passará próximo a algumas Igrejas que valem muito a pena entrar para sentir a atmosfera e apreciar a arquitetura do local.

Posterior a isso, chegará à parte da “imitação da feira” tradicional. É que com o passar dos anos, foram se agregando ao vendedores de Antiguidades de San Telmo, outros profissionais do ramo do artesanato, comida e lembrancinhas em geral, o que faz com que exista uma parte tradicional e outra parte mais atual da Feira, a partir da Rua Defensa até mais ou menos a altura da Plaza Mayo.

Não se preocupe, pois será muito fácil perceber quando começam e terminam as feiras, vez que os objetos vendidos mudam completamente de estilo.

Obviamente, o ponto alto do local é a estátua da Mafalda e dos amigos delas, Manoelito e Susanita, todos próximos a um banquinho na esquina da Rua Chile com a Rua Defensa, em San Telmo.

As estátuas possuem cerca de 80 cm (oitenta centímetros) de comprimento, e com certeza você já ouviu falar ou até mesmo leu alguma tirinha da personagem Mafalda, criada pelo cartunista Joaquín Salvador Lavado Tejón, uma das personagens mais famosas de toda América Latina!

O monumento da Mafalda existe desde 2009, porém foi só em 2014 que ela ganhou os amiguinhos para fazer companhia, em comemoração aos 50 (cinquenta) anos da criação desta.

É um dos pontos turísticos mais visitados e concorridos para uma foto em Buenos Aires. Adianto-te que tu só conseguirás fotografar no domingo, durante a Feira, se tiveres paciência para encarar uma fila enorme de turistas que se forma em torno do cruzamento onde fica localizado o banquinho e as estátuas. Caso contrário, faça como eu: volte outro dia, no fim da tarde hahahaha.

Quanto à segurança, apesar da Feira ter um alto fluxo de circulação de pessoas, e de existirem alguns avisos alertando os turistas para possíveis furtos e “batedores de carteira”, não enfrentei qualquer problema nesse aspecto, mas, é aquela coisa: seguro morreu de velho, né?!

Quer saber um pouco mais sobre essa viagem incrível? Segue a @agarotaviajante no Instagram e corre nos meus stories fixados no perfil para visualizar cada passeio que eu fiz por lá!

©2019 por Shawanna Becker.